Como fazer a análise de performance profissional no período de experiência?

O período de experiência é importante para o funcionário e para a empresa, pois é nesse momento que o trabalhador pode demonstrar seu real potencial e capacidade.

A análise de performance é uma ferramenta importante para acompanhar o desempenho do funcionário durante esse período.

Ela permite que a empresa identifique os pontos fortes e fracos do funcionário, bem como as áreas em que ele precisa melhorar. Além disso, a análise de performance também é importante para identificar os funcionários com potencial de crescimento na empresa.

O que é trabalho temporário?

De acordo com a lei, o trabalho temporário é “prestado por pessoa física, contratada por uma empresa de trabalho temporário, que a coloca à disposição de uma empresa tomadora de serviços ou cliente, para atender à necessidade de substituição transitória de pessoal permanente ou à demanda complementar de serviços.”

Ele foi Instituído no Brasil pela Lei 6.019/1974 e regulamentado pelo Decreto 10.060/2019, que alterou algumas regras, como o prazo do contrato, que era de três meses e passou a ser de 180 dias, dentre outras. 

A importância da análise de performance no período de experiência profissional

O período de experiência é muito importante para o desenvolvimento de um profissional, para ele aprender a lidar com as responsabilidades da função e se adaptar a novos ambientes de trabalho. 

A análise de performance é uma maneira de avaliar o desempenho do profissional, suas competências e habilidades, em relação às necessidades da empresa. 

Ela pode ser realizada por meio de diversos indicadores, como feedbacks dos superiores, resultados alcançados, produtividade e qualidade do trabalho realizado. 

A análise de performance permite, ainda, ajustes no comportamento do profissional, a fim de melhor adaptá-lo ao ambiente para responder positivamente às demandas da organização.

Além disso, também contribui para o crescimento pessoal e profissional do indivíduo, pois o auxilia a enxergar as suas próprias limitações e a buscar soluções para superá-las.

Como fazer a análise de performance? 

Para fazer uma análise de performance eficiente, é necessário que o analista tenha um bom conhecimento sobre o processo de negócios da empresa, bem como sobre as ferramentas e técnicas de análise de performance. 

Assim sendo, é importante que o analista seja capaz de identificar os principais indicadores-chave de performance (KPIs) e compreender os seus significados. 

Para garantir a eficiência da análise, também é importante estabelecer um processo para coletar e armazenar os dados relevantes, assim como criar mecanismos para monitorar continuamente a performance da empresa.

Neste sentido, ter o apoio de uma plataforma eletrônica, como a Ponto Icarus, faz toda a diferença para o sucesso da análise. 

Veja agora o passo a passo do processo de análise de performance no período de experiência:

Passo 1: Identifique os objetivos e metas desejadas

Isto irá ajudá-lo a concentrar os esforços naqueles aspectos que são mais importantes para o seu negócio. 

Alguns exemplos de objetivos e metas que podem ser considerados incluem: aumentar as vendas em um determinado percentual, reduzir o custo por unidade produzida, aumentar a eficiência da produção em uma determinada porcentagem.

Você também pode ter como objetivo reduzir o tempo médio de entrega dos produtos ou aumentar a qualidade dos serviços prestados.

Uma vez que você identificou os objetivos e metas desejados, você poderá começar a coletar os dados necessários para realizar a sua análise.

Passo 2: Faça uma lista das tarefas executadas

Isto irá ajudar a identificar quais áreas estão funcionando bem e quais precisam de melhorias. 

Além disso, listar as tarefas permitirá que você avalie o tempo gasto em cada uma delas e, assim, otimizar o seu tempo na próxima vez. Existem várias maneiras de fazer isso. 

O ideal é registrar o tempo gasto em cada tarefa usando um sistema automatizado, como o Ponto Icarus, que mantém os dados atualizados e os disponibiliza em tempo real. Ele também faz o monitoramento de forma consistente e oferece uma base sólida para a análise.

Passo 3: Estabeleça critérios para medir o sucesso

Se você não estabelecer um critério claro para medir o sucesso, não será possível avaliar adequadamente a performance do funcionário no período de experiência.

Os critérios mais conhecidos podem incluir:

Aumentar as vendas: Se a principal responsabilidade do funcionário for vender produtos ou serviços, é importante analisar quanto ele conseguiu aumentar as vendas durante o período de experiência.

Reduzir os custos: Outro critério importante que pode ser usado para medir o resultado é a redução dos custos. É importante observar também se o funcionário tem sucesso diante do desafio de manter o nível de qualidade. 

Melhorar os processos: Neste caso é fundamental analisar as contribuições do funcionário no período de experiência para melhorar os processos internos da empresa e também colaborar para a cultura de inovação.

Aumentar a produtividade: Se o desempenho for positivo em relação aos critérios anteriores, ele certamente aumentará a produtividade da empresa, tornando-se um recurso indispensável para o sucesso do negócio.

Passo 4: Avalie como os objetivos foram atingidos

Agora é hora de avaliar se, e como, os objetivos são alcançados. Para isso, é preciso comparar o desempenho do funcionário com o que foi esperado no início do período de experiência.

Uma vez que os objetivos foram atingidos, é importante analisar se eles foram conquistados da maneira esperada. Por exemplo, se um objetivo era aumentar as vendas em 10%, mas isso foi conseguido aumentando o número de horas extras, pode ser necessário rever a estratégia utilizada.

Se os objetivos não forem atingidos, é indispensável analisar as razões para isso e identificar possíveis soluções para melhorar o desempenho no futuro. 

Nesse caso, deve-se levar em conta o contexto em que os objetivos foram estabelecidos e verificar se houve alguma mudança que poderia ter afetado negativamente o resultado final.

Passo 5: Registre tudo em relatórios

Na etapa final do processo de análise de performance, é primordial registrar as conclusões para que possam ser usadas para aprimoramentos futuros. 

O objetivo é identificar o que está funcionando bem e o que precisa melhorar no período de experiência dos funcionários. Por isso, as análises devem ser rápidas, claras e concisas. 

Com base nessas informações, pode-se elaborar um plano de ação para implementar as mudanças necessárias e garantir que elas sejam cumpridas.

Conclusão

Como vimos, a análise de performance no período de experiência é um processo importante para que a sua empresa tenha um quadro de colaboradores de qualidade. 

Todos na empresa precisam ter em mente que a análise deve ser realizada de forma criteriosa, levando em consideração todos os aspectos envolvidos na experiência profissional do funcionário. 

O Blog Ponto Icarus tem muito mais informação nessa área para você. Por exemplo, você pode acessar este link para ler o artigo “Contrato de trabalho e vínculo empregatício: tudo que você precisa saber“. 

Não se esqueça de que a Plataforma Ponto Icarus pode ser um instrumento muito útil na sua análise de performance. Quer saber como? Clicando neste link você poderá fazer um teste gratuito de 14 dias. 

Você vai gostar!

Inscreva-se e receba o nosso melhor conteúdo!

Conteúdos incríveis sobre produtividade, atualizações e ferramentas!

Deixe um comentário

Pressione ESC para fechar