Como desenvolver habilidades de liderença

Como desenvolver habilidades de liderança eficazes em um mundo em constante mudança?

O conceito de liderança é algo que passa por constantes transformações, e os líderes precisam se preparar para essas mudanças e se posicionar como agentes delas.

O fato é que o líder é alguém capaz de impactar a própria realidade e a realidade de outras pessoas, usando para isso seu protagonismo. Tanto de maneira pessoal quanto profissional, o líder sabe quem ele é, o que quer e como atingir seus objetivos.

É alguém que constantemente trabalha o autoconhecimento, visto que é usado como ferramenta para estruturar os planos. Quando uma pessoa se torna líder, consegue motivar a si mesma e mudar seu futuro.

Também é importante que tenha a capacidade de direcionar sua carreira e trilhar um caminho profissional que traz satisfação pessoal, gera resultados e tem impactos positivos em diferentes setores de atuação.

Um bom líder também não está preocupado com o seu status, mas com aquilo que pode criar, como melhorar os resultados e como continuar motivando e inspirando pessoas ao redor.

Mas para que consiga fazer isso, precisa se adaptar às mudanças, melhorar suas habilidades de comunicação e desenvolver pensamento estratégico para tomar boas decisões, e este artigo vai abordar essas pautas.

Adaptando-se às renovações

Um bom líder é aquele que consegue se adaptar às mudanças para continuar liderando a equipe de maneira eficaz.

Primeiro é necessário saber liderar para se destacar em uma posição de gestão dentro de um mercado que muda constantemente. Alguns nascem com o dom de influenciar e motivar pessoas, enquanto outros precisam desenvolver essas técnicas.

Dentro de empresas emplacadoras credenciadas, para saber como liderar outros profissionais e inspirar subordinados, mesmo diante de tantas mudanças, existem algumas práticas que podem ser seguidas. São elas:

  • Ser objetivo;
  • Entender os outros;
  • Ter flexibilidade;
  • Saber se comunicar;
  • Saber delegar;
  • Ter maturidade;
  • Ser um exemplo;
  • Transmitir energia;
  • Investir em reconhecimento;
  • Estabelecer padrões.

Um bom líder é capaz de determinar objetivos e saber transmiti-los aos subordinados, também procura compreender as atitudes das pessoas e consegue se colocar no lugar delas antes de exigir alguma coisa ou julgá-las.

A flexibilidade é fundamental para crescer dentro desse cargo, ao mesmo tempo, o líder precisa ser acessível para estabelecer uma comunicação aberta e transparente com sua equipe, assim, garante o sucesso dos projetos.

É fundamental evitar o autoritarismo e saber buscar o respeito dos outros membros da equipe para que consiga delegar as tarefas com mais firmeza e eficiência.

Existem comportamentos infantis que prejudicam muito o ambiente profissional, como mudanças bruscas de humor, portanto, devem ser evitadas a todo custo.

Os funcionários de uma clínica veterinária estão sempre observando as atitudes do líder, então ele precisa aproveitar esse hábito para servir de exemplo, de modo que os outros possam se espelhar em seu comportamento.

Se a liderança se sente cansada e apática, não vai conseguir inspirar outras pessoas, então é fundamental manter a energia e a positividade no cotidiano.

Reconhecer os liderados é fundamental, e isso pode ser feito por meio de promoções, prêmios e outros reconhecimentos que ajudam a manter a motivação, a satisfação e a produtividade.

Por fim, todas as metas estabelecidas precisam ser atingíveis e seguir um padrão estabelecido no que diz respeito a prazos, qualidade, desempenho e produtividade.

Habilidades para se comunicar: desenvolvendo-as

O líder precisa melhorar suas habilidades de comunicação para que possa exercer sua liderança de maneira eficaz. Algumas maneiras de fazer isso são:

Contato visual

Olhar nos olhos da pessoa é fundamental para transmitir confiança, pois mesmo sem palavras, é possível mostrar para o outro o interesse em ouvir o que ele diz e a atenção durante a conversa.

Se o liderado estiver falando e o líder estiver lendo outra coisa ou mexendo no computador, é bem provável que seu interlocutor perca a vontade de falar.

Ser direto

Dominar bem as habilidades de comunicação não significa falar muito ou fazer apresentações longas que poderiam ser uma simples mensagem.

Em uma clínica de ortopedistas, o líder da equipe precisa ter ideias claras e saber transmitir as mensagens de maneira precisa para que todos se sintam interessados e compreendam o que está sendo dito.

Fazer perguntas

Nenhum gestor precisa ter todas as respostas, mas deve saber expressar suas dúvidas e admitir que não entendeu alguma coisa.

O mal entendido é o maior inimigo da comunicação, então é necessário resumir o que foi dito com as próprias palavras para ter certeza de que entendeu tudo.

Saber escolher os meios

Alguns profissionais costumam escolher sempre o e-mail para se comunicar, mas dependendo da situação, a melhor opção é conversar com as pessoas pessoalmente.

O líder de um corpo de serviço de bombeiro civil precisa usar sua percepção para conversar com as pessoas, visto que uma ligação é mais pessoal do que um e-mail, enquanto mensagens em massa podem ser enviadas de maneira mais impessoal.

Usar a técnica do espelho

Quando o líder está conversando com um grupo de pessoas, pode não perceber qual está sendo sua linguagem corporal no momento.

Uma das melhores formas de fazer isso é observar a linguagem corporal do interlocutor e imitá-la sutilmente. Supondo que alguém faça uma afirmação com a cabeça, o líder pode fazer a mesma coisa segundos depois.

Isso ajuda o indivíduo a se sentir mais confortável e consegue se abrir facilmente para a conversa, além disso, o líder consegue demonstrar empatia.

Atentar-se aos gestos

De acordo com especialistas, 90% da comunicação é não verbal, ou seja, boa parte dela é gestual, e os movimentos do corpo falam muito mais do que aquilo que está sendo dito verbalmente.

O gesto do profissional durante uma consulta veterinária, por exemplo, pode persuadir o tutor do animal, convencê-lo a realizar determinado procedimento e gerar confiança.

Ouvir antes de falar

Antes de ser um bom comunicador, o líder precisa ser um bom ouvinte, pois quem não sabe ouvir acaba perdendo informações, faz perguntas inapropriadas e não consegue entender o interlocutor.

É possível até mesmo gerar mais empatia durante a conversa ao pedir para a pessoa falar mais sobre determinado tópico ou dizer que está interessado no que ela está falando.

Como desenvolver o pensamento estratégico

Outra coisa que os líderes precisam fazer é desenvolver o pensamento estratégico para tomar boas decisões, e uma das formas de fazer isso é pensar em longo prazo ou então afunilar uma situação, indo de um panorama geral para seus detalhes.

Quando uma pessoa é clara em relação aos objetivos para os quais trabalha, consegue manter a honestidade e progredir.

As táticas do líder de uma empresa de serviços de manutenção predial são as atividades concretas que ele realiza para alcançar seus objetivos, portanto, que tratam de sua visão.

Ter pensamento estratégico é fundamental para colocar qualquer planejamento em ação, e assim descobrir quais peças se encaixam e quais são os objetivos e táticas que precisam ser implementados.

Ser estratégico é importante, mas ter pensamento estratégico é algo que leva tempo. Muitos líderes têm reuniões às quais estão ligados e mal conseguem ter controle sobre seus calendários.

Mas a partir do momento em que o gestor consegue ter um pouco desse controle, consegue um tempo para pensar melhor e desenvolver estratégias.

É assim que o líder pode descobrir que distribuir brindes comestíveis para sua equipe quando eles batem a meta é muito mais eficaz do que outros tipos de brindes.

Por si só, o pensamento estratégico é algo agradável, mas nem sempre os objetivos são alcançados por uma única pessoa. O gestor pode contar com a ajuda do time para mapear uma estratégia para identificar o que precisa ser feito.

Por exemplo, durante um brainstorming, é possível encontrar boa parte das objeções e isso faz com que o líder esteja menos despreparado para elas.

É interessante criar um sistema para manter a responsabilidade com a equipe, e em níveis mais básicos, é como se enviasse um e-mail depois de uma reunião resumindo o que foi combinado entre todos.

Por outro lado, em nível macro, o gestor de uma casa de apoio idoso pode garantir que não existe nenhum deslize pelo caminho.

O propósito do pensamento estratégico não é apenas pensar, mas implementar uma estratégia, e para fazer isso de maneira eficaz, nada melhor do que poder contar com a própria equipe.

Considerações finais

Assumir a posição de líder é uma honra para muitas pessoas, afinal, é a oportunidade de conduzir outros profissionais e alcançar os objetivos do negócio.

O mercado muda constantemente e para acompanhar essas demandas, os gestores precisam estar atentos a essas mudanças. Assim, podem continuar conduzindo a equipe da melhor forma, trazendo os melhores resultados para a corporação.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Inscreva-se e receba o nosso melhor conteúdo!

Conteúdos incríveis sobre produtividade, atualizações e ferramentas!

Deixe um comentário

Pressione ESC para fechar