Delegar Atividades

Como delegar melhor as atividades?

Uma das características que um bom líder deve ter é a capacidade de saber delegar tarefas com assertividade, afinal, quem detém grandes responsabilidades dificilmente consegue dar conta de tudo sozinho, sem sobrecarregar-se excessivamente.

Delegar tarefas significa ter mais tempo disponível para as atividades que somente você  pode fazer, ao passo que as demais atividades que possam ser terceirizadas são realizadas por outras pessoas – o que lhe auxilia a trabalhar de forma mais estratégica.

Nesse sentido, o ideal para fazer isso da melhor forma é saber precisamente quem deve ser o responsável por cada atividade de maneira que a gestão de projetos mantenha-se em pleno funcionamento.

Assim a tarefa delegada será feita com a qualidade necessária sem sobrecarregar o líder da equipe.

Aumentando a produtividade da sua equipe com a delegação de tarefas

Um bom gestor consegue usufruir o máximo da sua equipe, mesmo com a delegação de tarefas e fazer com que a produtividade aumente de forma significativa. 

Mas para que isso ocorra sem intercorrências, o líder precisa definir as atividades da equipe de forma cuidadosa e escolher as pessoas certas para se responsabilizarem por cada tarefa, levando em conta suas aptidões, pois escolher o colaborador errado pode gerar dores de cabeça.

O gestor precisa ter certeza de que o colaborador escolhido para a função é 100% capaz de concluir aquela atividade com eficiência.

E, para que a produtividade se mantenha em alta, lembre-se de explicar com clareza como a tarefa deve ser feita visando evitar transtornos e informações desencontradas. Certifique-se de que o colaborador entendeu todos os detalhes envolvidos e demonstre também que está aberto a sugestões.

Porque delegar tarefas fortalece a equipe e a empresa

Em qualquer empresa, não importa seu porte ou segmento de atuação, as tarefas podem e, diga-se de passagem, devem ser distribuídas para a equipe. Quando o líder apresenta uma postura centralizadora em todos os processos isso resulta em situações como:

  • Gestores com sobrecarga de trabalho;
  • Falta de tempo para o planejamento estratégico do negócio;
  • Equipes de trabalho desmotivadas;
  • Colaboradores sem autonomia;
  • Entre outros.

Isso leva o gestor para a necessidade de reconhecer que sua equipe não é formada por pessoas cuja atribuição é propiciar uma mera ajuda nas tarefas, mas sim por colaboradores que estão aptos a executar o trabalho delegado com responsabilidade e qualidade sob a orientação do líder.

É comum a dificuldade de delegação de tarefas, especialmente para gestores que já enfrentaram situações de delegar atividades e terem problemas com isso, o que gerou no ambiente corporativo o conhecido jargão: “se quer bem feito, faça você mesmo”.

Essa premissa nem sempre é verdadeira, afinal, este é um termo muito cunhado por líderes que não querem delegar tarefas ou não sabem fazê-lo da melhor forma.

Embora delegar tarefas se mostre uma tarefa difícil para gestores com perfis centralizadores, os resultados obtidos são sempre são positivos pois:

  • A equipe sente-se mais confiante e motivada;
  • O colaborador percebe mais chances de desenvolver suas habilidades;
  • Cada funcionário se sente valorizado – como um pilar essencial na empresa;
  • Os gestores têm mais tempo disponível para analisar o negócio;
  • A liderança fica livre para planejar novos produtos, serviços ou construir ações estratégicas para o crescimento da empresa;
  • Equipe dotada de autonomia – que não fica engessada na ausência de algum membro;
  • Empresa atuando com a sinergia de todos, gerando melhoria na produtividade e também nos resultados.

Delegar tarefas ajuda a melhorar o ambiente interno da empresa

É comum alguns líderes pensarem que serão menos produtivos ao delegar atividades para seu time, porém, entre delegar e “delargar” a diferença é grande e muito significativa:

  • O significado de delegar é : transmitir e/ou conceder poderes e obrigações a uma outra pessoa, ou seja, quem delega busca mais tempo para executar outras atividades, mas passa todas as diretrizes necessárias para o cumprimento da tarefa.
  • Delargar por sua vez é um termo criado informalmente por profissionais de RH para definir quem delega uma atividade sem a preocupação de passar informações claras  sobre a atividade, tampouco acompanha o desenrolar dela, deixando toda a responsabilidade para um terceiro. 

Entender como delegar tarefas de forma adequada faz muita diferença para a produtividade do negócio, pois possibilita ao líder além de orientar, supervisionar e estimular sua equipe, a fazer o compartilhamento dos resultados obtidos e sinalizar pontos em que há necessidade de melhoria. 

Existem diversas formas de se delegar ações – mas a dica central para que isso ocorra com plenitude é fazer um bom gerenciamento das tarefas e decidir assertivamente quem irá fazê-las, buscando otimizar o tempo de todos os envolvidos e ainda aproveitar os profissionais e suas competências da melhor forma possível.

Muitas vezes, uma empresa possui vários colaboradores qualificados, mas que pela ausência da delegação de tarefas, acabam com seus talentos desperdiçados ou subaproveitados, comprometendo sua produtividade, levando-os a não sentir-se capazes ou mesmo limitados à execução de tarefas simples pela dificuldade do gestor em delegar atividades.

Sinais de que você está delegando tarefas menos do que deveria

Há vários sinais que podem indicar a falta de delegar funções: o primeiro deles é quando o gestor trabalha muito mais que o restante do time, acumulando múltiplas atividades e ficando com a sensação de carregar o mundo nas costas, mesmo contando com funcionários capacitados.

Outro sinal importante é quando há desequilíbrio na vida pessoal. Sintomas como estresse, cansaço, irritação e ansiedade, quando se mostram constantes, indicam que algo está errado. Um líder também precisa ter tempo para momentos de lazer e evitar levar trabalho para casa.

Ter um índice alto de turnover de funcionários também é um mau sinal – lembre-se de que um time que não ajuda a tomar decisões pode se sentir desmotivado e subaproveitado.

Realmente para muitos gestores, sair da zona de conforto e compartilhar as tarefas e responsabilidades mostra-se bastante difícil, mas com as dicas que trouxemos hoje, essa ação pode ser bem conduzida e gerar muitos benefícios ao negócio. 

Delegar tarefas com assertividade promove crescimento!

Não há dúvidas de que a delegação de tarefas incorre em mais satisfação por parte da equipe, que consegue desenvolver sua criatividade e adquirir novas competências, tendo cada vez mais sinergia e motivação. 

A satisfação também se manifesta nos líderes, que conseguem se dedicar mais à gestão do negócio, buscar inovações e à resolução de problemas mais complexos.

Ou seja, quando um líder delega tarefas com assertividade, a instituição como um todo sai ganhando.

Inscreva-se e receba o nosso melhor conteúdo!

Conteúdos incríveis sobre produtividade, atualizações e ferramentas!

Deixe um comentário

Pressione ESC para fechar