7 motivos para investir na gestão de pontos de sua empresa

7 motivos para investir na gestão de ponto de sua empresa

Quando se fala em gestão de pontos, todo cuidado é necessário. Primeiramente, porque há uma exigência legal e, em segundo lugar, é a questão que mais motiva atritos e processos trabalhistas. 

Como determina o artigo 74 da CLT – Consolidação das Leis do Trabalho: “para os estabelecimentos com mais de 20 (vinte) trabalhadores será obrigatória a anotação da hora de entrada e de saída, em registro manual, mecânico ou eletrônico…”

Apesar de ter ocorrido significativa evolução tecnológica, as marcações de ponto manuais (anotação em livro) e mecânicas (em cartões de papel) são as mais utilizadas ainda hoje. 

Entretanto, os dois sistemas deixam muitas brechas para erros e fraudes. 

Em outras palavras, resolvem a primeira parte do problema, que é a exigência legal, mas não a segunda, que se refere à segurança jurídica e fiscal para a empresa. 

Quais os principais riscos do controle de ponto manual?

Esta forma de marcação de ponto permite inúmeras falhas no próprio registro e consequentes rasuras

Isso acontece porque, muitas vezes, o colaborador está distraído e acaba por assinar no lugar errado, trocar os horários, errar e tentar corrigir, deixando a anotação indecifrável, ou simplesmente esquecer de fazer a marcação.

Ademais, não se pode descartar o risco de fraude, em que horários incorretos podem ser anotados intencionalmente ou quando um empregado registra o ponto por outro funcionário, por exemplo. 

O processo manual é frágil também porque o livro ou ficha de ponto podem ser danificados por conta do manuseio. Coisas triviais acontecem como deixar cair água ou café no papel, ocasionando a perda dos registros

E a perda destas informações pode provocar o cálculo incorreto da folha de pagamento. Assim sendo, um erro leva a outro, em uma castata de prejuízos. No final, a empresa poderá pagar a mais ou, muito pior, pagar a menos, o que pode levar a ações trabalhistas.

Nesse meio tempo, a empresa ainda pode enfrentar outro problema: por conta dos erros relatados acima, ela pode não ter os registros bem armazenados, dificultando sua defesa em caso de processo, por não dispor das provas em contrário. 

Por fim, o registro manual leva à baixa produtividade do RH, porque exige muitas horas de trabalho na conferência e na soma das horas de cada funcionário. Isso compromete as demais tarefas do departamento, como recrutamento e seleção, avaliação de desempenho, treinamento, marketing interno e outras. 

7 motivos para investir na gestão de pontos de sua empresa

Sim, a gestão de ponto tem solução: o sistema eletrônico

Diante do avanço tecnológico, não há mais motivo para sua empresa passar por todos estes problemas. A gestão de pontos pode e deve ser menos complicada e estressante.  

Sem dúvida, ela deve fazer parte do esforço de melhoria constante dos processos e desempenhar um papel importante na transformação digital da sua empresa. 

Integrando com outros setores, como a contabilidade, com menos custos, redução de riscos e aumento da produtividade, a tendência é de melhora no resultado geral e crescimento da empresa.

Você vai ver agora, com mais detalhes, os sete principais motivos para investir nesta solução:

  1. Redução de despesas indesejáveis

Com o sistema de ponto eletrônico, a empresa deixa de gastar com papel. Os dados  registrados são integrados, permitindo a organização e o controle por parte do administrador da empresa a partir de poucos cliques. 

O monitoramento online é rápido e efetivo. Os dados são acessados de qualquer computador ou celular, podendo fazer a conferência e validação das marcações de forma fácil e acessível. 

  1. Plena segurança jurídica

A plataforma da Ponto Icarus, por exemplo, é validada pela Portaria 671, que “regulamenta disposições relativas à legislação trabalhista, à inspeção do trabalho, às políticas públicas e às relações de trabalho”.  

Os modelos homologados pelo Ministério do Trabalho e Emprego são mais confiáveis e seguros, reduzindo o risco de demandas judiciais. 

  1. Maior correção nos registros

Por ser eletrônico, o registro dos horários é mais confiável, eliminando possíveis erros de marcação, assim como também o perigo de fraude. Este aspecto é relevante também para o funcionário, que passa a ter mais exatidão na verificação dos seus dados. 

Da parte da empresa, o sistema auxilia o gestor responsável a fazer os cálculos trabalhistas, além de detectar com facilidade atrasos, faltas, intervalos de almoço e repouso, de acordo com as regras acordadas. 

  1. Flexibilidade nas jornadas de trabalho

As modalidades de jornadas de trabalho mais flexíveis foram regulamentadas pela Reforma Trabalhista, podendo o empregador distribuir as 44 horas semanais de diversas formas. Independentemente da escala escolhida, o controle não foi dispensado. 

Nesse sentido, ter um sistema digital de ponto torna-se ainda mais necessário, porque permite a marcação à distância, pelo celular, por exemplo. O que também favorece o controle das jornadas em home office.

  1. Análise de desempenho

Além de garantir a correta marcação do ponto, o sistema eletrônico ajuda no tratamento das informações e emite relatórios em tempo real. Com estes recursos, os gestores podem fazer avaliações mais realistas do desempenho de cada funcionário e da produtividade da empresa como um todo. 

Dessa forma, a empresa pode saber se as atividades estão sendo desenvolvidas a contento e, em caso contrário, promover ações visando correções e aprimoramentos. 

  1. Maturidade digital

A transformação digital nas empresas é um caminho sem volta. Em todas as áreas, a solução de problemas deve ocorrer de maneira rápida e efetiva. Desse modo, implantar o sistema de ponto eletrônico na gestão de pontos favorece o fortalecimento da cultura digital na empresa. 

Adotar tecnologias de ponta não é somente um diferencial significativo no mercado, mas uma condição indispensável para a sobrevivência de qualquer negócio no ambiente digital.

  1. Modernização da Gestão de Pessoas

Como você já percebeu, pela grande diversidade de funcionalidades, uma plataforma de ponto eletrônico, como da Ponto Icarus, torna-se também uma ferramenta estratégica para a gestão de pessoas. 

O sistema inteligente otimiza o relacionamento entre os envolvidos na rotina da empresa, colabora para a adoção de boas práticas, qualifica o trabalho e produz resultados mensuráveis. 

Em resumo

Não há porque as empresas permanecerem com métodos ultrapassados de gestão de pontos, fechando os olhos para o futuro.

Implementar o sistema eletrônico, além de dar tranquilidade jurídica e modernizar a empresa, cria um novo patamar no relacionamento com os colaboradores. 

Ele aumenta a transparência nas relações de trabalho, aperfeiçoa o gerenciamento dos recursos humanos, eleva o nível de satisfação do time e impacta positivamente na produtividade. 

Teste 14 dias grátis a nossa ferramenta.

Inscreva-se e receba o nosso melhor conteúdo!

Conteúdos incríveis sobre produtividade, atualizações e ferramentas!

Deixe um comentário

Pressione ESC para fechar