Pressione ESC para fechar


0

Retenção de talentos: como manter os melhores colaboradores na equipe

Certamente, uma empresa que conta com seus melhores funcionários por longos períodos investe em retenção de talentos. É quase impossível manter os colaboradores mais importantes sem dar motivos para eles ficarem.

Ou seja, diante do mercado de trabalho cada vez mais concorrido, sai na frente aquela companhia que consegue manter talentos na equipe.

Porém, esse trabalho inclui diferentes etapas que, juntas, mostram ao gestor as informações mais relevantes sobre cada pessoa.

A tarefa de conseguir manter os melhores colaboradores motivados começa com a identificação desses possíveis talentos.

Em outras palavras, os gestores precisam saber reconhecer profissionais que podem trazer retorno no futuro. Ao mesmo tempo em que desenvolvem suas próprias habilidades, esses profissionais também criam laços com a empresa.

E, para alguns profissionais, o conhecimento vale mais do que o salário pago a cada mês.

Isto é, é preciso ter a percepção sobre o talento de cada pessoa e ajudar na evolução técnica do colaborador. Sem contar o plano de carreira, não é?

Por isso, esse artigo apresenta todos os aspectos que envolvem a estratégia de reter profissionais capacitados.

Portanto, acompanhe atentamente este conteúdo para que, ao final, você esteja apto a começar a reter os bons profissionais na sua empresa.

Ao longo deste artigo, abordaremos os seguintes tópicos, conforme a listagem abaixo:

  • O que é retenção de talentos
  • Qual é o benefício da retenção de talentos na empresa?
  • Quem é o responsável pela retenção de talentos na empresa?
  • O que é preciso para a retenção de talentos na empresa?
  • Como implementar um programa de retenção de talentos?
  • Conclusão

    O que é retenção de talentos?

    Qualquer empresário sabe que encontrar e manter os melhores funcionários na equipe não é tão simples. Antigamente, muitos gestores acreditavam que um aumento salarial era o bastante para reter os mais produtivos profissionais, lembra?

    Mas, hoje essa realidade vem mudando em diferentes segmentos e os bons funcionários exigem cada vez mais do seu empregador.

    Por isso, a gestão precisa desenvolver um pensamento com foco em recompensar o trabalhador com aquilo que faz sentido para eles. Em outras palavras, manter a equipe sempre motivada a partir de um conjunto de tarefas e medidas que melhorem o ambiente de trabalho.

    Nesse cenário, um dos desafios da gestão é saber diversificar para cativar pessoas e perfis diferentes. Sem dúvida, manter funcionários talentosos e que trazem retorno para a companhia requer uma estratégia constante.

    Portanto, sabendo o que é a retenção de profissionais de destaque, vamos nos aprofundar ainda mais nesse assunto.

    Qual é o benefício da retenção de talentos na empresa?

    Escolher um entre tantos benefícios é uma tarefa difícil. Principalmente porque existem diversas vantagens quando uma companhia busca reter seus melhores funcionários.

    Para o entendimento sobre os benefícios ficar mais fácil, veja a descrição de cada um deles.

    Capital humano

    Quando sua equipe trabalha com entrosamento, os resultados costumam aparecer rapidamente, certo? Entretanto, quando um funcionário sai dessa equipe, esse aspecto precisa ser construído novamente.

    Com treinamentos e programas regulares a companhia desenvolve os talentos e, ao mesmo tempo, atinge melhores resultados com a equipe. Ou seja, o capital humano da empresa é feito das ideias e da capacidade intelectual de cada colaborador.

    Redução de custos

    Certamente, um dos principais gastos corporativos no Brasil vem dos custos trabalhistas.

    Isto é, desde o processo de recrutamento de candidatos, até a demissão ou desligamento de um funcionário. Por outro lado, a demanda da operação continua parada à espera de um profissional para suprir.

    Em resumo, a empresa perde tanto no aspecto financeiro quanto no produtivo. Porém, a retenção de talentos ajuda a reduzir tais custos e diminuir o turnover.

    Clima organizacional

    Certamente, um ambiente agradável dentro da empresa torna o dia a dia mais leve e propício para a produtividade.

    Ainda mais quando a equipe se sente satisfeita em relação a todo o clima que envolve a rotina de trabalho, não é?

    Embaixadores de marcas

    Provavelmente, você conhece alguém que gosta de falar sobre as qualidades da empresa em que trabalha, não?

    Isso significa que essa companhia fortalece sua marca empregadora diante do seu funcionário.

    Ou seja, a tendência é que empresas trabalhem cada vez mais para serem reconhecidas como boas empregadoras.

    Quem é o responsável pela retenção de talentos na empresa?

    Profissionais do departamento de recursos humanos têm a responsabilidade de manter os colaboradores motivados e engajados com a companhia o tempo todo.

    Para conseguir esse resultado, portanto, é preciso desenvolver a gestão de talentos seguindo as melhores práticas existentes.

    Isto é, ter o conhecimento claro sobre os interesses e metas profissionais de cada colaborador.

    O papel do Recursos Humanos na gestão de talentos

    Encontrar e praticar tarefas mais adequadas para a retenção de talentos é a maior contribuição do departamento de Recursos Humanos.

    Qualquer mudança que cause impacto no dia a dia dos colaboradores passa por uma adequação ao perfil dos profissionais da empresa.

    Assim, os colaboradores percebem que o seu empregador leva em consideração aspectos que eles valorizam.

    Por outro lado, a área de RH exerce um papel fundamental na retenção de bons profissionais ao oferecer plano de carreira em diferentes funções e cargos, cuidado com a cultura e o clima organizacional, gestão de benefícios e sobretudo cuidar do profissional de maneira humanizada.

    O papel dos gestores na gestão de talentos

    Para os gestores, podemos destacar aqueles que entendem a importância de conquistar o comprometimento dos colaboradores.

    Ao mesmo tempo, sua função também inclui reconhecer os talentos dentro da equipe, sabia?

    Por exemplo, um estagiário que consegue incorporar o perfil, os princípios e a cultura da companhia, tem grandes chances de se tornar um talento.

    Além disso, o papel do gestor também inclui conseguir enxergar formas de melhorar os processos dentro da operação. Ou seja, isto faz com que sua equipe se mantenha cada vez mais produtiva.

    Assim, os profissionais mais talentosos não precisam sentir a necessidade de buscar novos lugares para trabalhar.

    O que é preciso para a retenção de talentos na empresa?

    Para responder esta pergunta separamos os tópicos mais importantes e relevantes sobre o assunto. Confira:

    Gestão de pessoas

    Primeiramente, uma empresa que pretende reter seus melhores funcionários precisa saber administrar as individualidades de cada pessoa.

    Diferente de tentar agradar a todos, é preciso buscar entender as necessidades e desejos que cada um possui. Assim, a empresa consegue estimular os profissionais de forma ainda mais assertiva.

    Comece avaliando e mapeando os pontos fortes e que precisam de melhoria de cada profissional e comece a traçar as estratégias de retenção de talentos.

    Gestão de benefícios

    Se você acha que os benefícios comuns que uma empresa oferece aos colaboradores é o suficiente para manter profissionais na equipe, repense.

    A maioria dos gestores de grandes empresas sabem que é preciso ir além e oferecer benefícios que fazem a diferença, de fato.

    Além dos tradicionais serviços médicos e odontológicos, oferecer facilidades para a prática de ginástica, bem estar, ou de qualquer outra coisa interessante para ele, também funciona.

    Sem dúvida, a remuneração adequada ao mercado tem grande importância, assim como critérios claros sobre promoções e aumentos salariais.

    Fit cultural

    Você já ouviu falar dessa metodologia? Esse termo representa uma forma de avaliar a harmonia entre o comportamento e as habilidades do profissional com a empresa contratante.

    A maior contribuição disso com a gestão é a redução da taxa de rotatividade, ou seja, a troca constante de profissionais na empresa. Principalmente porque cria um comparativo entre valores e princípios de ambas as partes.

    Contratação assertiva

    Certamente, a fase onde se faz a contratação de colaboradores é decisiva para conseguir manter os talentos dentro da companhia.

    Isto é, nesse momento a gestão precisa identificar claramente os candidatos com potencial para se tornarem talentos. Porém, não podemos nos prender apenas ao currículo, certo?

    Além de ter as habilidades necessárias para o cargo, seu perfil precisa estar em sintonia com a cultura da empresa.

    Pensando nisso, destacamos as principais etapas que você deve aplicar em um processo de escolha de candidatos:

    1. Avalie o currículo
    2. Aplique testes de habilidades
    3. Crie dinâmica em grupo
    4. Faça entrevista pessoal

    Plano de desenvolvimento individual

    Isto representa um tipo de ferramenta que as empresas têm para saber os planos dos colaboradores sobre seu futuro.

    Quando elas oferecem formas de fazer os seus colaboradores evoluírem profissionalmente, o resultado é colhido no mesmo lugar.

    Ou seja, investindo no aprimoramento deles, melhora o trabalho como um todo dentro da companhia.

    Por que é importante investir na motivação dos colaboradores?

    À medida que as novas gerações ingressam no mercado de trabalho, as empresas precisam entender como lidar com elas e ajuda-las na adaptação. Principalmente em relação à motivação dos colaboradores durante suas tarefas diárias, já que os anseios e o comportamento variam em cada geração.

    Por exemplo, criar metas, recompensas e programas que valorizem o conhecimento, têm papel fundamental em dar motivação à equipe. Mas, não pense que uma única medida pode engajar todos ao mesmo tempo, viu?

    Você precisa oferecer o que as pessoas realmente querem e aquilo que as mantém como equipe.

    Além disso, motivar é dar voz para que cada funcionário tenha sua opinião respeitada e ouvida dentro de cada departamento.

    Como implementar um programa de retenção de talentos?

    Ficou com vontade de aplicar um programa de retenção de talentos na sua empresa?

    Então, confira abaixo quais os aspectos mais importantes:

    Entenda o cenário da empresa

    Primeiramente, cabe ao gestor entender o verdadeiro cenário e a realidade da empresa no mercado para pensar em reter talentos.

    Ou seja, buscar saber como os colaboradores se sentem em cada departamento da companhia, em relação às suas funções e expectativas de crescimento.

    Assim, conseguimos perceber se as equipes contam com as pessoas certas em cada cargo da organização.

    Atenção às taxas de rotatividade (turnover)

    Nenhuma empresa é totalmente saudável quando apresenta taxas altas de trocas de funcionários. No entanto, é necessário entender os motivos para altas taxas de rotatividade na empresa.

    Para evitar esse cenário, o mais comum é oferecer mais dinheiro ao profissional para que ele fique, certo? Mas, isso não é mais o bastante se o ambiente de trabalho se mostra caótico com frequência.

    Por isso, pense em tarefas simples em grupo, que podem trazer mais intimidade ao dia a dia. Por exemplo, comece com uma confraternização mensal ou um café da manhã semanal para deixar a rotina menos formal.

    Crie uma gamificação para a retenção de talentos

    Esse termo em inglês está cada vez mais popular no mundo todo e ele é um dos trunfos das estratégias de retenção hoje em dia.

    Isto é, um conjunto de características comuns em jogos que servem para motivar as pessoas ou tornar uma tarefa mais interessante.

    Normalmente, a gamificação é usada como sistemas de pontuação, conquistas, recompensas, assim como fases e missões para estimular os funcionários.

    Na empresa, os colaboradores acompanham a evolução de todos os membros da equipe que recebem recompensas por desempenho.

    Isso ajuda a promover o conhecimento e o desenvolvimento de habilidades constantemente.

    Cultura de feedback

    Toda estratégia aplicada na operação precisa considerar a opinião de todo os colaboradores sobre o assunto. Provavelmente, algumas medidas não terão o efeito esperado ou desejado pela gestão, certo?

    A melhor forma de evitar que algo atrapalhe o desempenho da equipe é ouvindo as pessoas que fazem parte do dia a dia de trabalho. Ou seja, uma estratégia eficiente precisa do aval dos colaboradores para evitar frustrações. Por exemplo, um profissional precisa saber onde deve melhorar para evoluir no plano de carreira.

    Assim como a empresa deve dar um retorno sobre postura e produtividade, também precisa ouvir suas considerações e percepções sobre a organização.

    Conclusão

    Sem dúvida, depois de tudo o que você aprendeu sobre a retenção de talentos nesse conteúdo, chegou a hora de colocar em prática.

    Lembre-se que todos os departamentos precisam estar alinhados com essa estratégia para criar uma sinergia no ambiente de trabalho.

    Isto é, gestores, vice-presidentes, executivos, todos devem participar das estratégias criadas para manter talentosos dentro da equipe.

    Provavelmente, depois de aplicar essas medidas você percebe o verdadeiro potencial de ganhos que os talentos trazem para os negócios.

    Você pode começar a implementar tecnologias que tornam o dia a dia dos funcionários de RH e DP mais produtivos, sabia?

    Conheça nosso sistema de ponto digital e comece a oferecer novas ferramentas que agilizam o dia a dia da operação de gestão de jornada e ponto eletrônico.

    Você consegue fazer a gestão de ponto em tempo real a partir de sistemas de localização e de reconhecimento facial.

    Faça um teste grátis com a nossa ferramenta.

  • Deixe um comentário