Pressione ESC para fechar


0

Qualidade de vida no trabalho : entenda como as empresas se destacam

Você já ouviu falar em qualidade de vida no trabalho?

Provavelmente, você imaginou uma mesa de sinuca, assim como os escritórios das gigantes Google e Facebook, não é?

Apesar de fazer parte do conceito, não é só isso que define a qualidade de vida que uma empresa pode oferecer.

Diversos aspectos da qualidade de vida no trabalho revelam se uma empresa que está verdadeiramente preocupada em manter seus funcionários saudáveis.

Ou seja, trata-se da cultura organizacional e do cuidado que a empresa oferece em saúde física e mental.

No entanto, o ambiente corporativo exige um “olhar para dentro” da organização, sempre com o foco nas pessoas.

Para entender e conhecer tudo sobre qualidade de vida no trabalho, criamos este artigo, especialmente para você, seja um profissional de RH, um gerente ou dono de empresa, até mesmo um colaborador sem cargo de liderança.

Portanto, confira abaixo todos os tópicos que abordaremos nesse conteúdo e boa leitura.

  • O que é qualidade de vida no trabalho?
  • Vantagens e benefícios da qualidade de vida no trabalho
  • Qual a importância de programas de Qualidade de Vida no Trabalho?
  • Exemplos de programas de Qualidade de Vida no Trabalho
  • Como promover a qualidade de vida no trabalho?
  • Quais são os impactos de cuidar da qualidade de vida no trabalho?
  • Quais são os pilares da qualidade de vida no trabalho?

    O que é qualidade de vida no trabalho?

    Certamente, muitas empresas sabem que o ambiente de trabalho produtivo depende de motivação.

    Mas, para despertar isso nos colaboradores as organizações devem considerar diferentes aspectos.

    O que você acha que um trabalhador precisa para ter qualidade de vida no trabalho (QVT)?

    Sem dúvida, o bem-estar físico, emocional, mental e financeiro dos profissionais têm papel crucial nos resultados e no desempenho das empresas.

    O que para as companhias significa produtividade, para os trabalhadores representa segurança.

    Por exemplo, quais resultados esperar de uma equipe formada por pessoas desmotivadas, sem dinheiro e infelizes?

    Sem dúvida, esses profissionais produzem menos durante o dia de trabalho, concorda?

    O resultado disso aparece na capacidade de produção da companhia e, consequentemente, no desempenho dos negócios.

    Por isso, o conceito de qualidade de vida no trabalho tem como foco promover a saúde e o bem-estar dos colaboradores.

    Não apenas no aspecto profissional, como também na vida fora do local de trabalho.

    Vantagens e benefícios da qualidade de vida no trabalho

    Realizar tarefas repetitivas diariamente, em uma rotina semanal, cansa. Ainda mais quando não há liderança com o foco no desenvolvimento da equipe, salários baixos e problemas interpessoais.

    Este é o cenário mais comum em empresas com equipes de funcionários desmotivados. E, fatalmente, os bons resultados serão cada vez mais raros enquanto a produtividade despenca.

    Por este ângulo, fica fácil entender as vantagens e benefícios que a falta de qualidade de vida no trabalho deixa de proporcionar, não é?

    Nesse sentido, é importante pensar no bem-estar das pessoas que fazem o negócio acontecer. Isto é, nenhuma empresa sobrevive sem colaboradores motivados e felizes.

    Afinal, quem executa as funções no dia a dia acaba responsável por ditar o ritmo da produção, certo?

    Portanto, investir no capital humano é o principal trunfo para uma organização atingir metas e voos maiores no mercado.

    E isso pode ser feito a partir de estratégias pensadas para valorizar e aumentar o potencial e a capacidade dos funcionários.

    Em contrapartida, esses profissionais não terão muitos motivos para pedir demissão, não é? Isso tem um impacto em indicadores de RH como outplacement, employee experience, headcount, turnover e retenção de talentos.

    Assim, as equipes conseguem desenvolver trabalhos sólidos e aumentar aos poucos o entrosamento.

    Qual a importância de programas de Qualidade de Vida no Trabalho?

    Para apresentar os aspectos de qualidade de vida dentro do ambiente de trabalho, as empresas criam diferentes tipos de programas.

    Porém, todos têm um foco em comum: trazer benefícios para as empresas e seus colaboradores.

    Além de melhorar a saúde e a qualidade de vida do trabalhador, os programas buscam tornar o ambiente de trabalho cada vez mais saudável.

    Ao mesmo tempo, isso mantém os colaboradores produtivos e engajados com o negócio.

    Como consequência, há redução em absenteísmo, sabia?

    Até mesmo a rotatividade no quadro de funcionários da companhia sofre queda porque os programas de qualidade de vida no trabalho trazem boa reputação e maior credibilidade para as empresas.

    Exemplos de programas de Qualidade de Vida no Trabalho

    Para começar a desenvolver esses programas de qualidade de vida na empresa, que tal conhecer alguns exemplos para se inspirar? Confira:

    Programas de saúde mental e emocional

    Você sabia que o Brasil tem muitos trabalhadores com transtornos de ansiedade, stress e até depressão?

    Por isso, um dos mais importantes programas de qualidade de vida para o trabalhador envolve sua saúde mental.

    Sem dúvida, cuidar do bem-estar psicológico e emocional dos colaboradores traz benefícios para toda a empresa.

    Ginástica laboral

    Este é um dos mais populares programas de QVT, sabia?

    Além de ajudar a melhorar o ambiente de trabalho, consegue prevenir doenças ligadas ao trabalho.

    Por exemplo, stress e lesões por esforço repetitivo (LER), assim como pode evitar o sedentarismo e corrigir a postura durante o horário de trabalho.

    Outro benefício, é que está relacionado à segurança do trabalho.

    Alimentação saudável

    Certamente, empresas que fornecem alimentação aos seus funcionários têm uma grande oportunidade de promover a qualidade de vida deles.

    Isto é, oferecer comidas nutritivas e saudáveis evita diversas doenças nos colaboradores.

    Isso significa investir na manutenção da saúde das pessoas a partir de parcerias com restaurantes adequados.

    Por outro lado, em alguns casos, as empresas podem contar com médicos e nutricionistas que fazem o acompanhamento das equipes. Além disso, algumas operadoras no ramo de benefícios oferecem esse serviço gratuitamente.

    Educação financeira

    Muitos brasileiros não têm o hábito de aprender sobre educação financeira.

    Entretanto, essa realidade começou a mudar depois que empresas passaram a oferecer esse aprendizado aos seus colaboradores.

    Sem dúvida, uma pessoa que não consegue controlar sua vida financeira tem mais chances de ter problemas de concentração no dia a dia de trabalho.

    Por isso, os programas de QVT sobre educação financeira aumentam o engajamento com palestras, encontros, workshops, cursos, etc.

    Como promover a qualidade de vida no trabalho?

    Que tal começar a colocar a “mão na massa” e iniciar o processo de gerar maior qualidade para a vida dos colaboradores?

    A partir de agora vamos entender qual o papel que cada um tem nesse desafio.

    Ou seja, conheça as responsabilidades das empresas, dos recursos humanos e dos gestores sobre o QVT.

    O que a empresa pode fazer para melhorar a qualidade de vida no trabalho?

    Certamente, melhorar o clima organizacional é fundamental para os resultados de uma companhia.

    Toda a produção é influenciada pelo ambiente de trabalho e, aqueles que estão preparados para isso têm vantagens.

    Isto é, o papel das empresas é oferecer toda a estrutura necessária para dar qualidade de vida aos trabalhadores.

    Por exemplo, janelas abertas, vistas livres, áreas de lazer, espaço para descanso, etc.

    Apesar de estarem em um ambiente corporativo, o clima traz a sensação de conforto ou desconforto aos funcionários.

    Da mesma forma, a estrutura empresarial deve fornecer equipamentos adequados em relação à ergonomia, evitando problemas físicos.

    O mesmo vale para o uso de novos sistemas na operação. Assim, as tarefas se tornam mais ágeis porque as equipes têm acesso às facilidades que a tecnologia oferece.

    Ao mesmo tempo, as ferramentas mais modernas conseguem acompanhar o desempenho e das atividades de cada trabalhador, em tempo real.

    Ou seja, as empresas contam com dados sobre produtividade que ajudam a avaliar a satisfação dos trabalhadores.

    Como o RH deve agir?

    O RH e a empresa devem estabelecer uma comunicação interna clara, simples e eficiente para com os colaboradores.

    Sem dúvida, um dos maiores gargalos em empresas de todos os segmentos é a desmotivação dos colaboradores.

    Isto é, quando o colaborador não se sente bem no ambiente de trabalho, o que fazer para motivá-lo?

    Por isso, o papel do RH é identificar comportamentos que ajudam a empresa a evitar a desmotivação, ou melhorar cenários. Dessa maneira, os dados e indicadores de RH ajudam na tomada de decisão de acordo com o perfil comportamental dos funcionários.

    Ao aplicar estratégias como a gamificação são importantes para avaliar os indivíduos em relação à mudança de postura ou desempenho, e também ajudar a motivá-los.

    Qual o papel dos gestores?

    Criar e manter o ambiente de trabalho ideal, com boa iluminação, conforto, móveis e equipamentos adequados para o trabalho.

    Ou seja, o gestor é o responsável por dar as condições básicas para o trabalho das equipes fluir de acordo com as metas.

    Sem contar que observar o ambiente corporativo pode evitar acidentes e doenças do trabalho.

    Isso significa que o gestor tem interesse na qualidade de vida dos colaboradores e não trata-se de uma figura autoritária.

    Além de chefes, os funcionários precisam de líderes com empatia e espaço para ouvir e entender as necessidades do trabalhador.

    Por exemplo, a gestão de jornada e horários é uma forma eficiente de manter o bom relacionamento interno e gerar qualidade de vida no trabalho.

    Quais são os impactos de cuidar da qualidade de vida no trabalho?

    Depois que você implementar medidas que melhoram a vida das pessoas que trabalham na empresa, o que acontece?

    Certamente, os impactos e benefícios da qualidade de vida no trabalho são grandes em dados de produtividade e qualidade da execução do trabalho. Confira.

    Produtividade

    Quem é feliz e está de bem com a vida naturalmente trabalha melhor, não é mesmo?

    Por isso, as empresas que investem em qualidade de vida para seus trabalhadores colhem frutos em forma de produtividade.

    Com menos preocupações no dia a dia e mais incentivos à diferentes aspectos da vida, o trabalho se torna mais agradável.

    Ainda mais quando o espaço físico traz todas as condições para o desenvolvimento das tarefas e isso significa aumento de performance.

    Absenteísmo

    Faltas e atrasos de funcionários são comuns em qualquer segmento.

    Porém, o absenteísmo pode se tornar um problema grave para a organização, sabia?

    Principalmente por não poder contar com o comprometimento dos funcionários para desempenhar funções específicas.

    Nesse caso, diferente de uma falta esporádica, essa prática mostra sinais de que o colaborador tem algum motivo maior.

    Ou seja, ao investir na qualidade de vida do trabalhador, fica mais fácil detectar se é pela saúde debilitada ou por problemas internos.

    Turnover

    Mais do que atrasos e faltas, a rotatividade de funcionários atrapalha todo o desempenho da companhia.

    Isto é, demitir e contratar com frequência gera um custo alto para as organizações.

    A qualidade de vida no trabalho se torna imprescindível para diminuir a taxa de turnover, ou rotatividade.

    Principalmente por causa de uma boa gestão de pessoas, benefícios, comunicação clara e cultura organizacional bem definida.

    Considerando diferentes pessoas em uma equipe, a missão é encontrar soluções para minimizar a taxa de rotatividade.

    Resultados

    Certamente, empresas que acompanham o comportamento e a produtividade dos colaboradores conseguem melhores resultados.

    Ao detectar qualquer necessidade do profissional, a gestão consegue agir imediatamente para corrigir.

    Quando uma empresa cuida da qualidade de vida no trabalho ela percebe o que é necessário para o melhor desempenho das tarefas.

    Por outro lado, o profissional entende que pode desempenhar suas funções sem prejudicar sua própria saúde.

    Clima organizacional

    Sem dúvida, o ambiente corporativo e a qualidade de vida das pessoas que convivem nele caminham juntos.

    Principalmente porque os funcionários recebem feedbacks constantes sobre seus resultados em tempo real.

    Outro agente essencial para criar o clima organizacional ideal é o reconhecimento de cada profissional pelo seu desempenho.

    Assim é mais fácil manter o mesmo grupo trabalhando por mais tempo, alcançando os resultados a partir de metas reais e viáveis.

    Atração e retenção de talentos

    Quem não gostaria de trabalhar em uma empresa que se preocupa com saúde e bem-estar dos funcionários?

    Por isso, muitos profissionais procuram oportunidades em organizações que investem em qualidade de vida.

    Principalmente daqueles que sabem o seu potencial e optam por companhias que oferecem mais do que dinheiro.

    Em contrapartida, os profissionais que se desenvolvem dentro de ambientes corporativos saudáveis, dificilmente procuram novas aventuras.

    Isso se chama retenção de talentos e é essencial para qualquer empresa.

    Comunicação e orientação à serviço

    Trabalhar com qualidade significa executar as tarefas de forma eficiente, certo?

    Ou seja, com uma comunicação clara todos os departamentos conseguem ajudar a diminuir os erros e falhas nos processos.

    Mas, não existe uma ferramenta específica que resolva os problemas de comunicação de uma vez, certo?

    Sem dúvida, cada organização tem suas metodologias e práticas do dia a dia e, por isso, precisa testar as possibilidades.

    Desde o tradicional mural para recados, até os aplicativos de tarefas, sem esquecer a intranet.

    O mais importante é conseguir entregar a mensagem para as equipes e mostrar as orientações de maneira clara.

    Quais são os pilares da qualidade de vida no trabalho?

    Existem alguns aspectos que formam os pilares para que uma empresa consiga oferecer qualidade aos seus colaboradores durante o trabalho.

    Confira os principais:

    • Remuneração compatível com o mercado
    • Relacionamento entre lideranças e equipes
    • Comunicação interna eficiente
    • Planos de carreira
    • Cuidados com a saúde do trabalhador
    • Cultura organizacional
    • Ergonomia do ambiente de trabalho

    Invista em qualidade de vida no trabalho

    Definitivamente, as companhias que investem em ambientes melhores para o trabalho, largam na frente da concorrência.

    E, como vimos neste artigo, se a sua empresa oferece essa qualidade de vida, não existem barreiras para que o seu negócio se torne uma referência no mercado.

    Certamente, quanto maior o nosso conhecimento sobre tudo o que envolve esse universo, melhores decisões serão tomadas.

    Ou seja, conhecendo os caminhos que levam à qualidade de vida dos trabalhadores fica mais fácil percorrer sem ter surpresas.

    Portanto, para começar a mudar o cenário da sua empresa, que tal buscar soluções novas e eficientes?

    Saiba mais sobre o aplicativo de controle da jornada dos seus colaboradores.

    Faça um teste grátis clicando neste link e tenha acesso a indicadores de RH para identificar comportamentos, cenários, e melhorar a jornada dos colaboradores em sua empresa.

  • Deixe um comentário