Pressione ESC para fechar


0

Ginástica laboral: benefícios no ambiente de trabalho

Investir na saúde da equipe de funcionários é uma estratégia para aumentar a lucratividade e ser reconhecido como um bom lugar para se trabalhar, ganhando destaque no mercado de trabalho. Os benefícios da ginástica laboral citam esses pontos além de outros, que podem mudar a realidade dos subordinados.

Continue a leitura para saber quais são os benefícios dessa prática que auxilia tanto na saúde física como mental e ainda ajuda nos seus negócios.

O que é ginástica laboral?

Entende-se por ginástica laboral todos os exercícios físicos que são praticados durante a jornada de trabalho. 

Eles impedem que o funcionário passe 8 horas sentados direto, por exemplo. Assim, reduz-se o desgaste excessivo e impede futuros problemas como LER (Lesão por Esforço Repetitivo) e DORT (Distúrbios Osteomoleculares Relacionados ao Trabalho).

A ginástica laboral é uma pausa, geralmente de 10 a 15 minutos, para que o funcionário possa se alongar, respirar e reeducar sua postura através da compensação muscular. Esses exercícios podem ser feitos antes, durante ou ao final do expediente.

Quais são os benefícios da ginástica laboral?

Os benefícios da ginástica laboral são para ambos: empresa e colaboradores. Confira, a seguir, os principais.

Evita futuras lesões

É certo que os exercícios físicos preparam melhor o nosso corpo e evitam o surgimento de problemas de saúde. Assim, a empresa também está evitando possíveis afastamentos que ocorrem por doenças do trabalho ou acidentes.

Diminuição dos vícios corporais

A ginástica laboral interrompe a rotina monótona dos trabalhadores, sejam os que ficam muito tempo sentados ou aqueles que ficam de pé. Por meio dela, diminui-se os vícios corporais e aumenta-se a circulação sanguínea.

O corpo fica oxigenado, com menos fadiga e libera as tensões acumuladas ao longo do dia.

Bem-estar mental

Além disso, a ginástica laboral contribui para o bem-estar mental da equipe. Assim, reduz até mesmo a incidência de ansiedade e depressão — outras duas doenças que estão entre as que mais causam afastamentos no Brasil.

Ergonomia no trabalho

A ginástica laboral também é aliada nas questões de ergonomia, que envolvem a NR 17 — Norma Regulamentadora Número 17. Ela define os parâmetros das condições de trabalho, proporcionando conforto e segurança.

Por meio da ginástica laboral, o trabalhador desempenha suas atividades com maior produtividade e prevenindo futuras lesões, assim como exige a NR.

Outros benefícios da ginástica laboral

Apesar de ser um momento em que os funcionários não estarão produzindo, os benefícios da ginástica laboral são percebidos a longo prazo e garante-se o bem-estar corporativo. Então, vale ressaltar outros benefícios, como:

  • melhora a concentração;
  • reduz o estresse;
  • traz atenção para o corpo;
  • promove mais energia.

Quais são os possíveis exercícios de ginástica laboral?

Existem vários possíveis exercícios na ginástica laboral, cada um com seus próprios benefícios para a saúde. Entre eles, vale destacar:

Alongamento

Os exercícios de alongamento são projetados para aumentar a flexibilidade e a amplitude de movimento, aliviando a tensão muscular causada por posições sentadas prolongadas. Eles também ajudam a melhorar a postura e a prevenir lesões.

Exercícios de Fortalecimento

Os exercícios de fortalecimento são projetados para fortalecer os músculos e melhorar a resistência. Eles ajudam a manter o corpo equilibrado e a prevenir lesões relacionadas à postura. Além disso, os exercícios de fortalecimento podem ajudar a melhorar a concentração e o rendimento no trabalho.

Treinamento de Postura

O treinamento de postura é projetado para ensinar as pessoas a sentar, ficar de pé e se mover de maneira saudável. Ele ajuda a prevenir dores nas costas, nos ombros e no pescoço causadas por uma postura incorreta. Além disso, o treinamento de postura pode melhorar a aparência e a confiança.

Quantas horas podem ser destinadas à ginástica laboral?

Não há uma quantidade exata de horas a serem destinadas para a ginástica laboral. 

Como foi dito anteriormente, o ideal é realizar uma pausa de 10 a 15 minutos, de forma que não afete a produção de cada funcionário, e que seja possível extrair os benefícios da ginástica laboral.

Essa atividade é uma das estratégias que o setor de recursos humanos juntamente com a diretoria podem incentivar na empresa, de forma a aumentar a produtividade, garantir o zelo pelo funcionário e melhorar sua autoestima.

Dicas práticas para a ginástica laboral funcionar bem

A ginástica laboral é uma excelente maneira de melhorar a saúde e o bem-estar dos funcionários de sua empresa. No entanto, para funcionar da maneira correta é importante se atentar a alguns pontos.

A primeira dica é contar com um profissional capacitado para planejar e conduzir as atividades de forma segura e eficaz. A busca por um profissional qualificado pode ser feita tanto online quanto presencialmente, dependendo das necessidades e preferências de sua empresa.

Ao procurar um profissional de ginástica laboral, certifique-se de verificar sua formação e experiência, bem como as referências de outras empresas para garantir que está contratando alguém de confiança e capacitado.

Alguns profissionais aptos a realizar essas tarefas são fisioterapeutas e educadores físicos. O RH pode buscar profissionais autônomos ou buscar empresas focadas em ginástica laboral.

Além disso, é essencial entender o que motiva o seu time para que ele engaje e tenha vontade de participar dos momentos de ginástica laboral.

A Ponto Icarus apoia essa ideia e convida você a conhecer nosso sistema de gestão de ponto eletrônico. Ele proporciona o acompanhamento da jornada de trabalho de cada colaborador, incluindo as pausas programadas, como para a prática da ginástica laboral, por exemplo.
Faça agora o teste grátis do controle de ponto do Ponto Icarus por 14 dias.

Deixe um comentário