avaliação 360

Avaliação 360°: o que é, como aplicar e exemplo

Existe uma maneira de fornecer uma análise aos colaboradores de uma empresa utilizando como base a opinião de terceiros, que podem ser, por exemplo, outros colaboradores, subordinados ou superiores, trata-se da avaliação 360°.

Essa é a modalidade mais completa de realizar uma avaliação de desempenho de funcionários, já que proporciona visões advindas de diversas pessoas que convivem com o avaliado.

A percepção obtida por meio desta avaliação pode beneficiar os colaboradores que conseguirão identificar pontos específicos de sua atuação profissional em que precisam melhorar.

Neste artigo abordaremos o assunto para que você possa compreendê-lo e utilizá-lo quando necessário. Boa leitura!

O que é a avaliação 360°?

A avaliação 360° é um tipo de avaliação de desempenho em que os funcionários recebem um feedback de performance de várias fontes das quais possuem contato em sua rotina, incluindo colegas de trabalho, supervisores e subordinados, além da sua própria avaliação.  

Daí se justifica o nome avaliação 360°, pois esta é realizada por intermédio de todos os lados existentes. Assim, fornece uma análise completa quanto ao desempenho do funcionário ora avaliado.

Em outras palavras, com a finalidade de avaliar imparcialmente o funcionário, utiliza-se o referido método, considerado eficaz e pertinente para verificar qual a interpretação que as pessoas em volta do colaborador avaliado possuem dele.

A intenção da técnica é a de promover o constante aperfeiçoamento dos funcionários integrantes de uma empresa.

Por isso, o procedimento pode proporcionar aos colaboradores informações valiosas sobre seus pontos fortes e fracos e ajudá-los a identificar áreas de melhoria.

Como é feita a avaliação 360°?

Você deve estar se perguntando como funciona a avaliação 360º, não é mesmo? No geral, são examinadas algumas características do funcionário. Como os seguintes exemplos:

  • Como é a sua postura no ambiente de trabalho?
  • Quais são suas qualidades profissionais?
  • E suas habilidades técnicas?
  • Há defeitos que podem e devem ser melhorados?
  • É capacitado profissionalmente?

Não há segredos, a avaliação ocorrerá com uma autoavaliação do colaborador e ainda, serão escolhidas outras pessoas que mantêm contato rotineiro com cada colaborador.

Via de regra, são criadas determinadas perguntas em um questionário para que o funcionário e as pessoas anteriormente indicadas respondam, cujas respostas servirão de base para análise do desempenho do profissional.

Elementos como proatividade, liderança e disponibilidade são examinados no questionário e junto a este, sugere-se alternativas de resposta tais como:

  • sempre;
  • quase sempre;
  • às vezes;
  • nunca.

Deste modo, os avaliadores responderão a partir da percepção que possuem com relação à pessoa avaliada.

Seguidamente, o departamento de RH ou uma consultoria de RH faz um estudo pormenorizado acerca do funcionário avaliado.

Logo após, o ideal é agir estrategicamente e apontando quais quesitos necessitam ser melhorados, para que haja o pleno desenvolvimento de potencial de cada pessoa da equipe na empresa.

Perguntas para avaliação 360º: quais utilizar?

Os questionários utilizados na avaliação 360° se assemelham às pesquisas comuns. Mas é importante formular as perguntas, de modo que exista um padrão em suas respostas, para que se confirme informações ou para que se reconheçam novos pontos de vista.

Veja, a seguir, exemplos de perguntas a serem formuladas:

  • O funcionário possui iniciativa e efetua atividades não solicitadas?
  • Toma a frente mesmo que não haja ordens ou solicitações?
  • Se prontifica a buscar soluções diante de problemas?
  • O funcionário cumpre com os prazos e metas determinados?
  • É organizado com a sua rotina de trabalho?
  • Possui prioridades bem estabelecidas?
  • Consegue equilibrar sua vida profissional com a pessoal?
  • O funcionário sabe receber críticas e sugestões de melhora?
  • Consegue trabalhar em equipe?
  • Exerce suas atividades de acordo com o esperado pela organização?
  • Coopera e é determinante na obtenção de resultados?

Ademais, existe a possibilidade de utilizar questões existentes em outros questionários, a exemplo do formulário de líderes e de satisfação do cliente, mas é preciso que as perguntas estejam aptas a serem enxergadas sob a percepção de cada um dos avaliadores.

Modelo de avaliação 360º: exemplo pronto

Modelo direto

Dentre os modelos de avaliação 360º disponíveis a serem utilizados pelas empresas, apresentamos um exemplo pronto do modelo direto.

O questionário direto de avaliação 360° é aquele em que os avaliadores respondem questões abertas sobre algo, cujas  possíveis respostas esperadas são: “nunca”, “às vezes”, “sempre” e “quase sempre”. 

A seguir, um exemplo de avaliação de desempenho 360° nesta modalidade:

NUNCAÀS VEZESSEMPREQUASE SEMPRE
O funcionário possui iniciativa e efetua atividades não solicitadas?
Toma a frente mesmo que não haja ordens ou solicitações?
Se prontifica a buscar soluções diante de problemas?
O funcionário cumpre com os prazos e metas determinados?
É organizado com a sua rotina de trabalho?
Possui prioridades bem estabelecidas?
Consegue equilibrar sua vida profissional com a pessoal?
O funcionário sabe receber críticas e sugestões de melhora?
Consegue trabalhar em equipe?
Exerce suas atividades de acordo com o esperado pela organização?
Coopera e é determinante na obtenção de resultados?

Quais são as vantagens e desvantagens da avaliação 360°?

A avaliação 360° é realizada com a participação de diversas pessoas, o que a torna um pouco mais complexa que as demais. Por isso, conhecer suas vantagens e desvantagens é fundamental para verificar se ela é adequada ou não à situação de sua empresa.

Veja algumas das vantagens:

  • Maior autoconsciência, já que os funcionários que recebem a avaliação 360° podem compreender melhor quais são seus próprios pontos fortes e fracos;
  • Há uma melhor comunicação, visto que a avaliação ajuda a melhorar o diálogo entre funcionários e gerentes;
  • A dinâmica de equipe é aprimorada, já que a ciência dos pontos fortes e fracos de cada um na equipe, pode ajudar no trabalho de forma mais eficaz em conjunto;
  • Maior satisfação pelos colaboradores, que observam seu desempenho devidamente avaliado, possuindo maiores chances de sentirem-se satisfeitos com o trabalho;
  • Motiva o funcionário, que buscará atingir melhorias para se desenvolver profissionalmente.

E agora, algumas das desvantagens:

  • Há possibilidade de ocasionar uma confusão e excesso de informações em razão de várias pessoas terem avaliado;
  • Pode diminuir a autoestima e a motivação do funcionário que receber muitas críticas;
  • Ocasionar certo desconforto e insegurança nos colaboradores avaliados;
  • A avaliação pode ocorrer de modo genérico e não refletir a situação particular do funcionário;
  • Existe a possibilidade de demora e ineficiência em caso de má gestão e ausência de tecnologia;
  • Caso algum avaliador mal intencionado queira prejudicar o colaborador, a avaliação estará sujeita a respostas não verdadeiras.

É preciso dizer que as desvantagens podem ser reduzidas, sendo ideal que haja uma análise quanto a cultura e o clima encontrados na empresa previamente a sua aplicação, lembrando-se, sempre, de direcionar os avaliadores quanto às consequências de possíveis desvios.

3 erros a serem evitados na avaliação 360

Não criar um plano de desenvolvimento individual

A avaliação 360 graus é uma ferramenta valiosa para identificar pontos fortes e áreas de melhoria de um colaborador. No entanto, se não for seguida por um plano de desenvolvimento individual, os resultados podem não ser tão eficazes.

Um plano de desenvolvimento individual deve ser criado para cada colaborador, com base nas suas necessidades individuais e nas suas metas de desempenho. Além disso, é importante que esse plano seja revisado regularmente e ajustado de acordo com o progresso do colaborador.

Para isso, é comum utilizar uma ferramenta para controlar a evolução do plano de desenvolvimento e os pontos que precisam de ajuste ao longo do processo.

Deixar de explicar ao colaborador como funciona

Se os colaboradores não entenderem como funciona a avaliação, eles podem se sentir desconfortáveis ou desmotivados, o que pode afetar negativamente os resultados.

Por isso, é importante fornecer treinamento e orientação adequados antes de iniciar a avaliação, para garantir que os colaboradores entendam como ela funciona e como será usada.

Não cumprir a confidencialidade da avaliação

Se os resultados da avaliação não forem tratados de maneira confidencial, os colaboradores podem se sentir inseguros e não ser honestos durante a avaliação, o que pode afetar negativamente os resultados.

É importante garantir que os resultados da avaliação sejam compartilhados apenas com as pessoas relevantes e que as informações confidenciais sejam protegidas adequadamente. Além disso, é importante estabelecer regras claras de confidencialidade e garantir que todos os envolvidos estejam cientes das consequências de violar essas regras.

A avaliação 360° é uma ferramenta efetiva que pode ser usada para melhorar o desempenho dos funcionários em seu trabalho. Se utilizada corretamente, permite aos colaboradores identificarem seus pontos fortes e fracos, bem como, fazer as mudanças necessárias em seu comportamento ou hábitos profissionais.

Ao seguir as melhores práticas para administrar a avaliação 360°, as empresas podem assegurar que essa ferramenta valiosa seja empregada de maneira eficaz e eficiente.

Gostou desta metodologia? Além da avaliação 360°, existem outras maneiras de engajar seus colaboradores, veja mais sobre gamificação aqui e conheça outras estratégias como esta!

Inscreva-se e receba o nosso melhor conteúdo!

Conteúdos incríveis sobre produtividade, atualizações e ferramentas!

Deixe um comentário

Pressione ESC para fechar